Dedicado a Juvêncio de Arruda. Para quem Belém, pelo abandono, pela incivilidade pública, pela destruição sistemática da esperança de cidadania - embora ele lutasse permanentemente por ela - deixou de ser Santa Maria de Belém do Grão Pará.

 

Boa noite, Juca querido.
 
Mudei-me hoje. Começo este novo blog sob a pior perspectiva que poderia estimulá-lo: você se foi sem autorização alguma! Hoje, por volta das 14:00 horas, o câncer venceu você.
 
Tá certo. Foi uma luta extremamente injusta contra um inimigo feroz.,  onde suas armas – a honestidade intelectual, a verve, a experiência, a ironia, a inteligência e o humor – não davam nem pra saída. Afinal, se há coisa que um câncer não tem é inteligência, verve  e humor!
 
Pois é. Fica assim meio idiota, né? Afinal, depois de alguns anos, vou escrever o que eu bem entender, num monólogo chôcho...rsrsrs...
 
Nossa convivência foi mais curta do que eu gostaria – salvo episódicos encontros quando o Lucas ainda andava num carrinho de bebê! – e uma ou outra raríssima vez , até a nossa última cerveja mais ou menos há um ano.
 
Nossa convivência foi curta demais para uma vida idem, mas proficua o suficiente para nos dar densidade e comunhão de sonhos e algumas idéias comuns ancoradas em princípios universais. Justiça, fraternidade, solidariedade. E reconheço que as suas idéias sempre foram mais bem articuladas e bem fundamentadas do que as minhas. E a Bia da blogosfera, embora tenha nascido antes de freqüentar o Quinta, cresceu e tornou-se mais madura com a convivência prazerosa e estimulante com você. Por isso ela muda-se para cá. Por isso, ela deixa o Travessia, onde a substitui quem a criou e vem conversar aqui enquanto o pra sempre durar.
publicado por Adelina Braglia às 21:35 | link do post
Lindo texto, Bia. Daqueles que só podem ser produzidos por quem, mais do que ter quanto dizer, têm um sentimento imenso precisando ser visto. Numa hora como estas, um consola o outro. Deixo-te, então, o meu abraço.
Yúdice Andrade a 14 de Julho de 2009 às 12:20
Outro pra você, querido Yúdice. E topo realizarmos a sessão de abraços ao vivo. A velha e boa tapioquinha, quem sabe. Ampliada, além da Julia e da Bia...rsrs.. Assim que nossa dor acalmar. Um abração.
Adelina Braglia a 15 de Julho de 2009 às 18:15
Posso usar? é tão bonito!!!

Herbet Marcus
Herbert Marcus a 15 de Julho de 2009 às 17:43
É nosso, Herbert. A partir do momento em que está publicado, é nosso.

Um abraço
Adelina Braglia a 15 de Julho de 2009 às 18:10
Um retrato 12 x 36, de Juvêncio de Arruda está aqui
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
18
20
21
23
24
25
26
28
29
30
31
links
comentários recentes
http://www.jogosonlineparajogar.com/
Blog muito bom !
Verifique a possibilidade de publicar em seu blog,...
Pôxa, obrigado pela visita lá. Ontem estava cansad...
Ótima postagem!Acrescente-se: fazer retorno imagin...
Que tal:1 - Ficar na fila do caixa-rápido do super...
Gostaria de mandar uma informação importante, se p...
Papai me pediu para postar nos blogs importantes e...
Seja bem vindo, Jeferson. É um prazer saber que vo...
Olá, tudo jóia? Te agradeço por teres feito um blo...
arquivos
pesquisar neste blog
 
Um retrato 12 x 36, de Juvêncio de Arruda está aqui